Exportadores brasileiros usam redes sociais chinesas para expandir negócios

Voltar

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) deu início a uma nova estratégia de atuação junto ao mercado consumidor da China. Antes focando esforços junto às autoridades e às empresas importadoras, a entidade que lidera a cadeia produtora e exportadora da avicultura e da suinocultura do Brasil expandiu suas ações e agora tem como alvo o consumidor chinês.

Para atingir seu alvo, a ABPA, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), está investindo em ações nas redes sociais chinesas WeChat (equivalente ao WhatsApp), Weibo (equivalente ao Twitter) e YouKu (semelhante ao YouTube). Uma agência especializada no mercado da China foi contratada especialmente para a iniciativa.

As marcas Brazilian Chicken, Brazilian Egg e Brazilian Pork – dos projetos setoriais mantidos pela ABPA e pela Apex-Brasil – estarão no centro da ação, que destacará a qualidade dos produtos brasileiros, o status sanitário e o perfil sustentável da produção.

 

Para continuar lendo esta materia acesse: http://www.aviculturaindustrial.com.br/imprensa/exportadores-brasileiros-usam-redes-sociais-chinesas-para-expandir-negocios/20161206-084028-A523

Você pode se interessar por:

  • 28/10/2016
    “Galinheiro” de gente grande

    “Galinheiro” de gente grande

    Aquecimento por irradiação,...

    Saiba mais
  • 30/09/2016
    Reforma do trabalho (Miriam Leitão)

    Reforma do trabalho (Miriam Leitão)

    Mesmo com o desemprego em 11,6%, a reforma...

    Saiba mais
X