Proposta prevê isenção fiscal de gerador elétrico para tratamento domiciliar de saúde

Voltar

O Projeto de Lei 850/22 isenta os geradores elétricos residenciais do pagamento de IPI e PIS/Cofins quando adquiridos por pessoas com deficiência ou doença que obrigue ao uso contínuo, frequente ou prolongado de equipamento médico de suporte à vida e por aquelas sob tratamento em regime domiciliar (home care). O texto em análise na Câmara dos Deputados determina que a Receita Federal avaliará previamente se o contribuinte preenche os requisitos para o benefício fiscal. O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência; de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Leia a matéria completa clicando aqui.

Você pode se interessar por:

  • 05/10/2016
    Varejo demite jovem e contrata mais velho

    Varejo demite jovem e contrata mais velho

    As vendas em queda fizeram as varejistas...

    Saiba mais
  • 19/04/2022
    Morte de 30 mil frangos é provocada por queda de energia na Bahia

    Morte de 30 mil frangos é provocada por queda de energia na Bahia

    Cerca de 30 mil aves de um...

    Saiba mais
X