Paraná registra aumento de 30% nos desligamentos de energia elétrica devido a queimadas

Voltar

A intensa estiagem que está sobre o Paraná tem aumentado o risco de incêndios e queimadas próximas da fiação elétrica. De janeiro a julho deste ano, a Copel registrou 116 desligamentos provocados por queimadas nas redes de distribuição, uma quantidade 30% maior que a observada no mesmo período em 2020. O último mês de julho foi o que concentrou o maior número de ocorrências: foram 33 situações, o dobro dos atendimentos registrados no mesmo mês do ano anterior.

Além das condições climáticas ou naturais, uma parcela significativa dos incêndios é causada pela ação humana. Entre as causas estão: queimadas de vegetação e de lixo, bitucas de cigarro lançadas no mato, fogueiras e balões.

Para ler a matéria completa, clique aqui.

Você pode se interessar por:

  • 26/08/2019
    Queimadas na Amazônia podem aumentar a conta de energia elétrica

    Queimadas na Amazônia podem aumentar a conta de energia elétrica

    As constantes queimadas que têm...

    Saiba mais
  • 18/06/2019
    Apagão deixa Argentina e Uruguai sem energia elétrica

    Apagão deixa Argentina e Uruguai sem energia elétrica

    No último domingo, dia 16/06, uma falha...

    Saiba mais
X