Consumidor irá pagar por empréstimos bilionários a distribuidoras de energia

Voltar

Desde que a pandemia de Covid-19 iniciou, as distribuidoras de energia brasileiras viram acontecer uma queda no consumo de 14% e o número de inadimplentes aumentar em 10%. A queda na receita causada pela pandemia fez com que 50 das 53 distribuidoras de energia elétrica do país recorressem a empréstimos que totalizaram R$ 14,8 bilhões. A previsão é de que esse empréstimo tenha impacto na conta de energia do consumidor, que irá ver a conta de luz aumentar durante os próximos cinco anos, a partir de setembro de 2021.

Leia a matéria completa clicando aqui.

Você pode se interessar por:

  • 09/04/2020
    Isolamento social altera horário de pico de consumo de energia

    Isolamento social altera horário de pico de consumo de energia

    O Ministério de Minas e Energia...

    Saiba mais
  • 02/12/2019
    Produtores rurais reclamam de prejuízos por falta de energia elétrica

    Produtores rurais reclamam de prejuízos por falta de energia elétrica

    Em vários estados do país,...

    Saiba mais